100%

Municípios conveniados com a Receita Federal arrecadam, em média, 29% a mais de ITR


A possibilidade de transferência de 100% do Imposto Territorial Rural (ITR) aos Municípios foi uma das conquistas da Marcha a Brasília em defesa dos Municípios – promovida pelo movimento municipalista nacional e liderada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM). De acordo com dados federais, os Municípios que promoveram parceria com a Receita Federal do Brasil (RFB), para exercer a fiscalização do imposto, tiveram arrecadação 29% maior que os não conveniados.

Pelos números divulgados em reunião do Comitê Gestor do ITR (CGITR), o porcentual representa R$ 223,4 milhões nas receitas municipais, em termos nominais. Segundo a Receita, 2,7 mil prefeituras estão conveniadas e podem exercer a atividade. No entanto, segundo informações da CNM, obtidas junto ao portal eletrônico do ITR, pouco mais de 2 mil Municípios firmaram o acordo. Independente disso, a entidade remenda que as Prefeitura façam o convênio, uma vez que a maior parte do valor arrecado fica com a gestão local.

Segundo informações federais, a arrecadação dos Municípios não conveniados teve redução de R$ 2,1 milhões – ou 2,4% – em relação a 2014. Enquanto isso, ano passado, os Municípios que fazem a fiscalização do Imposto foram responsáveis por 92% da arrecadação total – R$ 1 bilhão. Os interessados em aderir ao convênio junto à Receita Federal devem acessar o site do e-CAC, pois ele é firmado eletronicamente.

Publicação
Para auxiliar os gestores municipais no processo, a CNM desenvolveu a cartilha Imposto Territorial Rural - Movimento supera a resistência da Receita e conquista a municipalização do ITR. O material, de 40 páginas, traz um histórico de como ocorreu a conquista e quais procedimentos devem tomar os gestores interessados em formular o convênio. Disponível gratuitamente na biblioteca online, no portal da entidade, a cartilha faz parte da Série Conquistas de publicações.

Na carta do presidente da publicação, o líder municipalista e presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, destaca a importância dessa vitória que é a possibilidade de transferência total dos recursos vindos da cobrança do ITR para as Prefeituras. “A municipalização do ITR é um grande avanço para as prefeituras, e isso ficará ainda mais claro quando mais e mais prefeituras se valerem dela”, sinaliza.

Mobilização
Ainda conforme Ziulkoski, é um dos avanços que representam lições para o futuro desse movimento, que já prepara a XIX edição da Marcha, entre os dias 9 e 12 de maio.

Veja a cartilha aqui e incrições para Marcha aqui

Notícias

Audiência Pública para Demonstrar e Avaliar as Metas Fiscais referentes ao 3º Quadrimestre do Exercício de 2016.
Audiência Pública para Demonstrar e Avaliar as Metas Fiscais referentes ao 3º Quadrimestre do Exercício de 2016.

Acontecerá no dia 22 de fevereiro de 2017 às 15:30 horas nas dependências desta Casa, a Audiência Pública para Demonstrar e Avaliar as Metas Fiscais referentes ao 3º Quadrimestre do Exercício de 2016 do Município de Curitibanos.

Portarias autorizam transferências de recursos para educação infantil
Portarias autorizam transferências de recursos para educação infantil

Duas portarias da Secretaria de Educação Básica do Ministério de Educação (SEB/MEC) que autorizam o Fundo Nacional de Desenvolvimento de Educação (FNDE) a transferir recursos financeiros para educação infantil foram publicadas no último dia 30 de dezembro, no Diário Oficial da Un...